PRINCIPAL AGENDA TESTEMUNHOS ARTIGOS
PRINCIPAL
AGENDA
TESTEMUNHOS
ARTIGOS
CONSELHOS PARA CASAMENTO
RESTAURANDO O CASAMENTO
NAMORO E  NOIVADO
SEXUALIDADE
ABAIXO A ROTINA
SEMINÁRIOS
PREGAÇÃO EM AUDIO
ESBOÇOS SERMÕES CASAMENTO
NOSSOS ENCONTROS
FOTOS
QUEM SOMOS
CONVITES
LITERATURA
CASADOS PARA SEMPRE
LINK
USO INTERNO

RAINHACaro irmão:

A palavra cristão significa pequeno Cristo; alguém que se parece com Ele. Desde o princípio, o projeto de Deus foi nos fazer parecido com Ele. A Bíblia mostra isso em Gn 1.26: "...Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança..." - TRA.  Por isso a nossa busca constante como cristãos, deveria ser tornar-nos cada vez mais parecidos com Jesus e para que isso aconteça, precisamos ler e praticar a Bíblia.

Por diversas vezes a Bíblia coloca Jesus como o esposo ou noivo e a Igreja como a noiva ou esposa. Em Apocalipse 19.7 lemos:

“ Fiquemos alegres e felizes! Louvemos a sua glória! Porque chegou a hora da festa de casamento do Cordeiro, e a noiva já se preparou para recebê-lo.” – NTLH.

Dessa maneira, a Bíblia trás uma maravilhosa recomendação para o marido:

“Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela,”  - TRA.

Portanto, ser um marido nos padrões cristão é ser um marido que ama a esposa da mesma maneira que Cristo amou a Igreja. Mas, como foi esse amor? Foi um amor de entrega total. Cristo amou a Igreja (que somos nós) de tal maneira que morreu para salvá-la.

De certa forma, temos que morrer por nossas esposas. Calma! Não precisa morrer fisicamente. Essa expressão é espiritual, por que morrer pela esposa significa que devemos morrer para muitos de nossos desejos e vontades por ela, somente para satisfazê-la. Pode parecer exagero, mas leia o que a Bíblia diz a respeito do Noivo Jesus:

“Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha: Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte — morte de cruz.” (Fp 2.5-8) – NTLH.

Entendeu? Ele escolheu servir. Se o próprio Deus escolheu servir, quem somos nós para recusar a servir nossa amada? Somos maiores do que Deus para servir nossas esposas?

Muitas vezes não queremos servir, pois priorizamos os nossos desejos em vez dos desejos de nossas esposas. Precisamos ser como Cristo, deixar nossa vontade de lado, e por mais difícil que pareça o desejo de nossas amadas, devemos nos esforçar ao máximo para conseguir realizá-lo. Quero deixar aqui um pedido, uma recomendação e uma dica para ajudá-lo:

PEDIDO:

Escolha um dia da semana e prepare um "Dia de Rainha da Esposa". Neste dia, não deixe que ela faça nada!  Faça as tarefas dela. Cuide das crianças, lave a louça, ponha a roupa na máquina (se souber). Comece acordando mais cedo do que ela,  arrume a mesa do café da manhã, prepare o café, arrume as crianças, enfim, deixe tudo preparado para quando ela acordar. Faça um plaquinha no computador escrito: "DIA DA RAINHA", coloque sobre a mesa. Depois prepare o almoço (se não souber cozinhar como eu, não tem problema, compre no supermercado uma daquelas lasanhas congeladas e ponha no forno (não esqueça de ler as instruções da embalagem). Proporcione uma tarde de descanso para ela, alugue um filme (comédia ou romance) e à noite  prepare uma seção de pipoca com guaraná para vocês. Lembre-se de arrumar toda a cozinha (no dia seguinte). A idéia é proporcionar um dia em que ela se sentirá uma rainha sendo servida, portanto não importa se você modificar essa dica, contanto que substitua por atividades onde ela será servida o dia inteiro. Recomendo que escolha um sábado, um domingo, ou um dia de feriado.

RECOMENDAÇÃO:

Não podemos ser cristãos apenas por um dia. Ser cristão é uma maneira de viver a vida, sendo assim, não esqueça de servi-la sempre que tiver oportunidade. Pode ser ajudando em casa com a louça ou recolhendo o lixo, cuidando das crianças,  enfim... não faltam oportunidades.

DICAS:

Assista o filme "Se Eu Fosse Você". É uma boa reflexão sobre como é ter as atividades de sua esposa. Será mais fácil servi-la entendendo o que ela passa no dia-a-dia. Por ser um filme secular, porém familiar, tome cuidado com as coisas que não são de Deus.

 

Em Cristo.

 

 

Pr. Ronaldo

Site Map