PRINCIPAL AGENDA TESTEMUNHOS ARTIGOS
PRINCIPAL
AGENDA
TESTEMUNHOS
ARTIGOS
CONSELHOS PARA CASAMENTO
RESTAURANDO O CASAMENTO
NAMORO E  NOIVADO
SEXUALIDADE
ABAIXO A ROTINA
SEMINÁRIOS
PREGAÇÃO EM AUDIO
ESBOÇOS SERMÕES CASAMENTO
NOSSOS ENCONTROS
FOTOS
QUEM SOMOS
CONVITES
LITERATURA
CASADOS PARA SEMPRE
LINK
USO INTERNO

Is 14:11-15 “Derribada está na cova a tua soberba, e, também, o som da tua harpa; por baixo de ti, uma cama de gusanos, e os vermes são a tua coberta.Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas (derrubava)  as nações! Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte; subirei acima das mais altas nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. Contudo serás precipitado para o mais profundo do abismo.”

 

Ez 28:15 – O relato da beleza desse querubim. A inveja o fez um monstro.

 


A palavra orgulho - “gã’ãh” - aparece no hebraico na forma de verbo como exaltar-se. O orgulhoso é aquele que se exalta no meio de um grupo. Ela está expressa em Ex 15:1 no cântico de Moisés glorificando a Deus. Aparece também como “majestade” e “excelência”. No caso do casal, é o marido ou a esposa que se acha o rei da casa, o excelente, aquele que só ele tem a razão.

 


Parece que o orgulho é algo da natureza humana. O homem age com o orgulho como por reflexo. Em Lc 14, na parábola do casamento, Jesus reparou que os homens ao chegarem, procuravam automaticamente os melhores lugares. De certa forma agimos assim. A pessoa orgulhosa é aquela que não leva desaforo para casa, não admite ser humilhada - pois o contrário de orgulho é humilhação, é a pessoa que se acha o mais importante, é o ambicioso. O homem por ter essa natureza incultada pelo diabo, age dessa forma, e quando casa, continua assim. Então temos duas pessoas morando juntas, disputando quem é o mais importante e portanto tem mais direitos na casa. Não pode ser ofendida e nem decepcionada em suas vontades, também não pode se humilhar servindo o conjugue e às vezes se colocando abaixo dele numa discussão. É também aquele que tem que conquistar suas ambições, mesmo que isso sacrifique a vontade do conjugue e a convivência da família.

 

 


Quantos casais, motivados pelo orgulho, agem como crianças mimadas! Quantas mulheres fazem birras aos seus maridos motivadas pelo orgulho! São aqueles que pensam ou falam: 

- Ah é!? Meu marido chegou atrasado hoje, então ele vai ver, vou salgar a comida. – ou então: - Hoje nem adianta ele chegar perto que não vai ter!

- Ele não me procurou, também não vou lhe procurar! E os casais ficam anos sem ter relação.

São pessoas que fazem birra motivadas por uma reação por terem o orgulho ferido

 

O primeiro pecado na história de toda a criação foi o orgulho. Foi o pecado de Satanás. Ele quis se exaltar e tomar a majestade e excelência de Deus. O interessante é que ele foi introduzido num relacionamento de um casal.

Orgulho é também encontrado na Bíblia pelos sinônimos soberba e altivez.

 

 

O pecado de satanás foi o orgulho, o mesmo pecado que ele trouxe para a terra, e o mesmo pecado que continua trazendo à terra e aos casamentos hoje.

 

Pv 16:18-19 “O orgulho vem antes (antecede a) da destruição; o espírito altivo, antes da queda. Melhor é ter espírito humilde entre os oprimidos do que partilhar despojos com os orgulhosos.”  

 

Partilhar despojos significa dividir, dar os bens que perdeu por causa da batalha com outro orgulhoso, e não existe alguém mais orgulhoso do que satanás. (De certa forma o orgulho trás falta de prosperidade)

 

Satanás continua usando esse pecado por um motivo: FUNCIONA!

 

O orgulho se manifesta no homem incomodando o seu intimo.

 


O orgulho desafora em nós quando sofremos alguma ofensa.

 

Parece que todos nós temos um pouco de orgulho dentro de nós. Alguns ficam incomodados quando alguém tem um destaque maior do que o nosso, ou quando é colocado em segundo plano. Quando é inferiorizado num grupo.

 

  • O marido tem o orgulho ferido quando a esposa toma a iniciativa ou faz algo que ele deixou de fazer;
  • O marido tem o orgulho ferido quando a esposa ganha mais do que ele;
  • A esposa tem o orgulho ferido quando o marido elogia uma outra mulher;
  • A esposa tem o orgulho ferido quando uma mulher chega perto de seu marido mais bem arrumada do que ela;
  • Alguns conjugues tem inveja do outro porque esta tendo mais sucesso do que ele;
  • Tanto marido como esposa se acham donos de todos os direitos do casamento. Ambos querem ser servidos como reis (lembrar que a palavra orgulho também aparece na Bíblia como majestade);

 


Marido e esposa se sentem ofendidos por qualquer coisa. Este é um dos maiores problemas do casamento! Na verdade nenhum dos dois quer estar por baixo em nenhuma situação, conversa, decisão, ou desejo, seja em relação aos filhos, no que gastar o dinheiro, em querer objetos, em passeios, ou qualquer coisa boba como o que comer no almoço, programa de televisão, hora de dormir, onde vai colocar a roupa suja, etc...

 

PENSE BEM, SE VOCÊS NÃO TIVESSEM ORGULHO, A RELAÇÃO DE VOCÊS NÃO IA SER MUITO MAIS PACÍFICA?

 

Enfim, todas essas discussões acontecem por conta do orgulho de cada um.

 

 O orgulho é algo que vem do mundo:

 

“porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba (orgulho) da vida, não procede do Pai, mais procede do mundo.”  - I Jo 2:16


O mundo planta o orgulho dentro de nós, nos ensinando pela mídia ou nos grupos sociais. É a criação de um pai machista, é a religiosidade,  o poder, a riqueza. Além disso tem as influências: a novela que mostra a esposa que não admite ser passada pra trás, é o jornal que mostra os namorados e maridos matando as namoradas e esposas (caso Eloa e o marido que desceu a serra com a esposa morta). É a roda de amigos em que ficam contando vantagens de como tratam a mulher, e até de como são bons em traí-las. As rodas de bar, em que dizem que ficam até a hora que querem, porque são os mandões da casa. Se bem lembro que fez isso na Bíblia (colocar o orgulho dentro de nós) foi o diabo. Muitos assistem coisas do diabo e são amigos de pessoas que de certa forma são influências malignas. Tudo aquilo que intenta destruir o casamento é do diabo, pois vai contra a família, então tudo aquilo que vem lhe influenciar para trazer problema familiar é diabólico. Por isso somos contra a novelas e alguns programas de televisão, a pornografia, roda de pessoas sem princípios bíblicos.

 

Humilhar-se significa abaixar-se, subjulgar-se.

Humilhar-se é subjulgar-se a alguém, e se colocar abaixo de alguém. Cristianismo é servir, então o verdadeiro cristão é aquele que é servo, e o servo é menor que o seu senhor. Num casamento cristão tanto o homem como a mulher não podem se achar maior do que o outro. Se não for dessa maneira não será um casamento cristão, e portanto não será abençoado. Está na hora de deixarmos de lado o orgulho e amarmos nosso conjugue desejando que ele seja melhor do que nós. Cristo desejou isso. Ele disse que aqueles que crerem Nele, farão obras ainda maiores. Cristo tinha um relacionamento amoroso com a sua noiva Igreja. Abrão era o chefe de uma nação, numa sociedade machista, mas quando sua mulher lhe fez um duro pedido, ele acatou a decisão dela, se colocando abaixo dela, tirando o orgulho machista. Foi quando Sara pediu para ele mandar seu filho Ismael embora.

Outro que se absteve de todo orgulho pela amada foi Jesus, se fazendo homem e sendo humilhado por causa da sua noiva.

 

O modelo de casamento sem orgulho – Cristo e a Igreja

 

"Convém que ele cresça e que eu diminua" (Jo 3.30).

 

Essa é a atitude de João Batista, mostra a atitude de um casamento. João Batista não deixa de ser uma ovelha de Jesus. João Batista é a noiva de Cristo. Essa noiva se colocou abaixo do noivo. Noutra passagem, a do batismo de Jesus, o noivo se coloca abaixo da noiva.

 

O casamento no modelo cristão segue o modelo de Cristo


O casamento só é feliz quando o homem e mulher tiram o orgulho, como Cristo fez pela sua amada. Quando eles optam em servir um ao outro. Quando cada um não se acha maior do que o outro. Quero lhe orar para que o casamentos de vocês a partir de hoje seja assim.

 

"Deus precisa de mim. Quero servi-lO." O servo de Deus respondeu: "Jesus só falou uma vez que precisava de alguém – e esse alguém era um jumento" (comp. Mc 11.3).

 

Site Map