PRINCIPAL AGENDA TESTEMUNHOS ARTIGOS
PRINCIPAL
AGENDA
TESTEMUNHOS
ARTIGOS
CONSELHOS PARA CASAMENTO
RESTAURANDO O CASAMENTO
NAMORO E  NOIVADO
SEXUALIDADE
ABAIXO A ROTINA
SEMINÁRIOS
PREGAÇÃO EM AUDIO
ESBOÇOS SERMÕES CASAMENTO
NOSSOS ENCONTROS
FOTOS
QUEM SOMOS
CONVITES
LITERATURA
CASADOS PARA SEMPRE
LINK
USO INTERNO
 

Fiquei perguntado para Deus: “Porque os conjugues se agridem e não se suportam ? Se casaram, é porque se amavam e queriam estar juntos a vida inteira.”

 

Quando acaba a paixão o próximo passo deveria ser o amor, porém nem sempre é assim que acontece. A paixão deixa as pessoas cegas, elas não vêem os defeitos uns dos outros,  acham tudo no outro lindo e maravilhoso, mas a paixão tem um tempo de vida. Quando a paixão morre as pessoas tem que escolher amar. Muitos casam envolvidos pela paixão, e quando ela acaba já é tarde, pois estão casados e então começam os problemas e agressões.

 

O propósito de Deus de transformação no casamento

 

A palavra ajudadora tem o sentido de oposto no hebraico. Oposto para completar. Quando casei, era meio avoado e relaxado. Minha esposa prestava atenção em tudo e era perfeccionista.  No começo essa diferença trouxe muita confusão e briga.Mas com o passar do tempo, fomos aprendendo um com o outro e fomos transformados. Esse é o plano de Deus, juntar pessoas diferentes para se ajudarem entre si e serem agentes de transformação nessa terra. Mas o oposto também trás oposição. Oposição é um ato contrário ao nosso e ninguém gosta de ser contrariado. Então, nesse caso, o oposto em vez ser um agente transformador, torna-se um agente contrário à pessoa tornando-se seu inimigo. Dessa forma um conjugue se põe contra o outro conjugue, representando um inimigo em vez de parceiro.

Veja como isso é comum em nossas vidas: os sexos são opostos, as vozes são diferentes – o homem tem a voz grossa e a mulher fina, a força física não são as mesmas – o homem é forte e a mulher delicada. Mas não é só isso... A mulher tem um jeito de ser todo diferente de ser do homem:

 

MULHERES

HOMENS

Para fazer sexo, ela gosta das preliminares

Ele quer ir direto ao assunto

Mulher gosta de ir ao Shopping

Os homens odeiam Shopping

Mulher gosta de assistir novela

Homem gosta de assistir futebol

Mulher faz bolo

Homem faz churrasco

Mulher é romântica

Homem é radical e “moderno”

A mulher acha que o bem estar da família esta na convivência

O homem acha que o bem estar da família esta no dinheiro, por isso só quer trabalhar e não tem o convívio com a família

Mulher gosta de receber elogio

Homem não repara em nada

Mulher gosta de discutir relacionamento

Homem só gosta de discutir futebol

 

 

Tudo isso e muito mais, mostra que eles são opostos. Existem ainda as diferenças na formação familiar (educação), na cultura e no temperamento.

 

Educação familiar

 

Marido e mulher nunca tiveram a mesma formação familiar, portanto os conceitos familiares, os costumes, a maneira de falar um com outro, os padrões morais são diferentes. Talvez por isso Deus não aprovou o casamento entre parentes. Talvez Ele não quisesse que essa ferramenta de transformação fosse impedida.

 

Cultura

 

Cada pessoa adquire com o passar do tempo, um tipo de cultura, uns mais outros menos. As pessoas podem ser influenciadas por vários modelos de cultura, informações e conhecimentos. Gostam de culturas diferentes e se interessam mais por elas do que por outras culturas.

 

Temperamento

 

Cada pessoa nasce com um tipo de temperamento, que pode ser transformado para pior ou para melhor conforme a caminhada de sua vida. O plano de Deus é que seja para melhor.

Alguns são mais geniosos, outros são bem mais tranqüilos, outros são elétricos e não param. Alguns são tímidos, outros são espontâneos demais. Alguns são melancólicos, outros extrovertidos. Somos alegres, sérios, falamos a verdade sempre, somos quietos, falantes e muitas outras coisas, mas uma coisa todos tem em comum. Todos precisam de transformação.

 

Esses itens formam em nós o caráter e nossa maneira de ser. Portanto nunca somos iguais ao outro, somos opostos.  

Fui educado por pais liberais e minha esposa por um regime rígido. Abandonei a escola e detestava ler, enquanto ela estudou letras e lia sempre. Eu sempre fui tranqüilo e ela sempre foi exigente.

Misturou tudo isso, qual foi o resultado ? Briga todos os dias !!!!

Mas Deus diz em Ef 5:25-33 que a mulher deve respeitar o marido e o marido deve amar a esposa como se fosse a si mesmo. Ninguém num estado emocional normal se odeia e gosta de ser desrespeitado, portanto ninguém odiará o seu conjugue e nem o desrespeitará. Então porque não fazemos o que a Bíblia diz? Porque em vez de cosiderarmos o conjuge como um agente transformador usado por Deus, o consideramos como inimigo?

Por isso que muitos oram e nada acontece, então reclamam que a sua vida não está dando certo. Não dará certo mesmo, pois Deus não está ouvindo a oração e o conjugue está fazendo mal para si mesmo, pois está atingido na sua própria carne. É como se tudo o que fizesse voltasse para si mesmo. Em I Pd 3:7 a bíblia diz:

 

“Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações”

 

Mas existe uma solução: Quando o homem e a mulher usarem as diferenças para se ajudarem e não para se conflitarem, eles crescerão e irão longe. Serão prósperos, felizes, realizados, amantes (pois vão admirar um ao outro).

Aceitem as diferenças.

Site Map