PRINCIPAL LOJA AGENDA TESTEMUNHOS
PRINCIPAL
LOJA
AGENDA
TESTEMUNHOS
ARTIGOS
CONSELHOS PARA CASAMENTO
RESTAURANDO O CASAMENTO
NAMORO E  NOIVADO
SEXUALIDADE
ABAIXO A ROTINA
SEMINÁRIOS
PREGAÇÃO EM AUDIO
ESBOÇOS SERMÕES CASAMENTO
NOSSOS ENCONTROS
FOTOS
QUEM SOMOS
CONVITES
LITERATURA
CASADOS PARA SEMPRE
LINK
USO INTERNO
 

abandonoFUI ABANDONADO...

 

 



Antes de darmos uma direção sobre o abandono, precisamos expor o que a Bíblia diz sobre o abandono.

 

Deus é contra a separação (Ml 2.16).

A Bíblia só permite a separação em duas condições:

1.       Quando houver adultério;

2.       Quando o cônjuge descrente for embora.

Vamos entender cada um desses itens:

·         Você traiu o seu cônjuge: neste caso você depende da misericórdia dele. A Bíblia diz que se alguém foi traído, pode se separa e casar de novo; ou pode perdoar e continuar o casamento. Se o traído decidir separar, o traidor não pode casar-se novamente. Em Lc 16.18, Jesus diz: “– Se um homem se divorciar e casar com outra mulher, comete adultério. E quem casar com a mulher divorciada também comete adultério.” (NTLH).

A Bíblia diz que quem adulterou e casar novamente, estará praticando o pecado do adultério enquanto permanecer casado. Um novo casamento, neste caso é a prática do pecado permanente, que não é a condição de um cristão. Por isso o que traiu, não pode se casar novamente.

·         Se o seu cônjuge lhe traiu, você pode se separar e casar novamente. Em Mt 19.9, Jesus fala sobre o divorcio por adultério: “Eu, porém, vos digo: quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra comete adultério [e o que casar com a repudiada comete adultério].” Jesus permite, mesmo contra sua vontade, a separação por causa do adultério, permitindo o novo casamento, porém a vontade de Deus é que você perdoe e continue casado: “Pois o Senhor Todo-Poderoso de Israel diz:- Eu odeio o divórcio; eu odeio o homem que faz uma coisa tão cruel assim. Portanto, tenham cuidado, e que ninguém seja infiel à sua mulher.” Ml2.16 - NTLH.

·         O cônjuge lhe abandonou por qualquer outro motivo: a Bíblia não permite a separação de crentes, a não ser por adultério, portanto se seu cônjuge foi embora por motivos diversos – salvo os que irei expor adiante – ele talvez não esteja edificado ainda, pois como já mencionamos, Deus odeia o divórcio. Mas se ele se separar, sem ser por adultério e se casar novamente, provavelmente não é do Senhor ainda. Em I Co 7.10-16 lemos: “Para os que já estão casados tenho um mandamento, que não é meu, mas do Senhor: que a mulher não se separe do seu marido.Porém, se ela se separar, que não case de novo ou então que faça as pazes com o marido. E que o homem não se divorcie da sua esposa. Aos outros digo eu mesmo, e não o Senhor: se um homem cristão é casado com uma mulher que não é cristã, e ela concorda em continuar vivendo com ele, que ele não se divorcie dela. E, se uma mulher cristã é casada com um homem que não é cristão, e ele concorda em continuar vivendo com ela, que ela não se divorcie dele. Pois Deus aceita o homem que não é cristão por ele estar unido com a sua esposa cristã; e aceita a mulher que não é cristã por ela estar unida com o seu marido cristão. Se não fosse assim, os filhos deles não pertenceriam a Deus. Mas, sendo assim, eles pertencem. Porém, se o marido não-cristão ou a esposa não-cristã quiser o divórcio, então que se divorcie. Nesses casos o marido cristão ou a esposa cristã está livre para fazer como quiser, pois Deus chamou vocês para viverem em paz. Esposa cristã, como é que você pode ter a certeza de que não vai salvar o seu marido?”

O abandono só é permitido por parte do incrédulo. O crente não pode abandonar o lar. Mas alguns motivos contra a integridade humana, devem ser considerados. Devemos analisar a esposa que é agredida pelo marido constantemente, ou o marido que já tentou matar a esposa, ou casos de abuso sexual infantil, ou de vícios. Esses motivos devem ser analisados individualmente, sempre na direção de Deus.

 

No caso de abandono sem adultério:

 

Deus é amor e pretende sempre restaurar a família. Se você foi abandonado e quer resgatar seu casamento, saiba que tem um grande aliado: o próprio Deus. Ele fará de tudo para lhe ajudar a reconquistar seu casamento.

Se você foi abandonado aparentemente sem motivos, talvez seja a hora de repensar seu comportamento. Nenhuma separação acontece da noite para o dia, a não ser em caso de adultério. Ela é fruto de problemas acumulados no decorrer da relação. Desculpe a sinceridade, mas talvez seu cônjuge foi embora por que já não aquentava mais viver contigo.

Para reconquistá-lo será necessário mudar completamente. Será necessário passar por uma grande transformação que somente Deus pode fazer em você, porém para que isso aconteça será necessário que você abra seu coração para reconhecer seus erros e tente mudar.

Quando você casou havia paixão e amor, que pode ter ido embora com o desgaste do dia-a-dia. Um casal só se conhece quando moram embaixo do mesmo teto. É nesse momento que os defeitos aparecem e vão ficando insuportáveis. É preciso buscar de volta o amor do início, quando os erros não apareciam tanto. É preciso voltar na fase onde não havia erro, para que o amor ache espaço para crescer; portanto é preciso acabar com os seus erros. Busque em Deus a transformação e mostre isso ao seu cônjuge. Lembre-se que existe amor entre vocês, só que seu cônjuge terá que encontrar aquela pessoa do começo, sem ser insuportável.

Por outro lado, se seu cônjuge foi embora, ele não está alicerçado em Deus. Devia ser paciente e buscar ajuda num ministério especializado. Sendo assim, os dois devem buscar ajuda.

 

No caso de abandono por causa do adultério:

 

Deus odeia o divórcio e ama o perdão. Se você foi traído, perdoe seu cônjuge e procure ajuda. Procure junto com ele, uma Igreja onde o ministério de casais possa ajudar.

Existem vários motivos que provoca a traição, como a falta de sexo, a falta de atenção, a grosseria e outros. A maioria deles provoca carência, que torna a pessoa frágil e suscetível ao ataque tentador do inimigo. Quero mostrar com isso, que de certa forma, pode ser que o traído também tenha culpa. É claro que existe o caso de pessoas que adulteram por falta de caráter. São pessoas que precisam ter um encontro verdadeiro com Jesus.

Deus quer restaurar o casamento. Perdoe como Deus lhe também lhe perdoou. Não queira ser mais do que Deus, achando-se tão importante e digno para não perdoar. Onde há  amor, há misericórdia.

 

Se você traiu, arrependa-se e mostre que mudou. Talvez seu cônjuge demore a assimilar a mudança e a liberar perdão, mas não desista. Ore e busque a Deus, Ele investirá na reconciliação. Busque ajuda de um ministério de casais, invista num plano de reconquista, mas lembre-se: se não mostrar que realmente mudou, dificilmente conseguirá reconquistá-lo.

 

 

Não existe fórmula mágica para reatar um casamento, mesmo porque isso depende da vontade dos dois envolvidos. Deus respeita o livre arbítrio, e se um não quiser, nem Ele obrigará. Mas quem não quer ter um marido ou uma esposa quase perfeita? É nisso que Deus pode e quer ajudar; na transformação.

A Bíblia diz que devemos conhecera Palavra para sermos libertos, ou seja, transformados.

Existem vários cursos específicos para casais sendo ministrados em várias Igrejas. Pesquise sobre a Universidade da Família e sobre o MMI – Brasil na internet.

Se quiser ajuda, entre em contato conosco.

rjcalil@hotmail.com

Deus abençoe!

 

 

 

 

 

Site Map