PRINCIPAL AGENDA TESTEMUNHOS ARTIGOS
PRINCIPAL
AGENDA
TESTEMUNHOS
ARTIGOS
CONSELHOS PARA CASAMENTO
RESTAURANDO O CASAMENTO
NAMORO E  NOIVADO
SEXUALIDADE
ABAIXO A ROTINA
SEMINÁRIOS
PREGAÇÃO EM AUDIO
ESBOÇOS SERMÕES CASAMENTO
NOSSOS ENCONTROS
FOTOS
QUEM SOMOS
CONVITES
LITERATURA
CASADOS PARA SEMPRE
LINK
USO INTERNO
 

Muitos jovens são tentados a namorar com pessoas que não são crentes. De acordo com a Bíblia, essa prática é pecado.

 

“Não se juntem com descrentes para trabalhar com eles. Pois como é que o certo pode ter alguma coisa a ver com o errado? Como é que a luz e a escuridão podem viver juntas?

Como podem Cristo e o Diabo estar de acordo? O que é que um cristão e um descrente têm em comum?

Que relação pode haver entre o Templo de Deus e os ídolos? Pois nós somos o templo do Deus vivo, como o próprio Deus já disse: “Eu vou morar e viver com eles. Serei o Deus deles, e eles serão o meu povo.”  - 2 Co 6.14-16 – NTHL

 

Como a Bíblia diz, não existe nada em comum entre o crente e o descrente e é justamente aí que estão todos os problemas e conseqüências do namoro misto.

 

Primeiro vamos entender o significado de jugo. Segundo o dicionário contido no Ilumina, jugo significa:

 

1) Peça de madeira que se prende com correias ao pescoço de animais de carga, para que assim possam puxar uma carroça ou um arado (Nm 19.2; 1Sm 6.7). 

2) Em sentido figurado: domínio, opressão (Gn 27.40; Jr 28.2; Gl 5.1); sofrimento (Lm 3.27); obediência (Mt 11.29-30); aliança (2Co 6.14); trabalho (Fp 4.3).

 

Então a Bíblia quer nos mostrar (no sentido figurado) que quando o crente namora uma pessoa não-crente, está junto com ela numa missão – no sentido figurado utilizado na Bíblia, puxar uma carroça ou um arado; ou então que ela se coloca debaixo do domínio ou opressão, em aliança com o não-crente.
 

Por estar debaixo de uma aliança com o não crente e sob o domínio dele, o crente sofre para poder servir a Deus e muitas vezes até se desvia. É o caso da moça que é proibida de ir a Igreja pelo namorado; do rapaz que é tentado pela moça não-crente a ter relação sexual antes do casamento; da moça que é forçada a acompanhar o namorado em bailes do mundo ou em barzinho; do rapaz que é influenciado pela moça a beber e muitos outros exemplos que talvez você já tenha presenciado na vida de algum irmão ou irmã.
 

Ainda que o não-crente não influencie ou não proíba o culto ao Senhor, sempre haverão problemas. Esses problemas acontecem na caminhada da missão. Gostaria de exemplificar através do significado do jugo: dois animais não podem puxar uma carroça em sentidos oposto; então um crente não pode caminhar com o não-crente, porque senão um caminhará para um lado e o outro para o lado oposto, não curtirão as mesmas coisas, agirão de forma diferente, buscarão objetivos diferentes.
  

Sendo assim, não há nada que justifique o namoro entre o crente e o não-crente.

 

Sei que muitos jovens reclamam da dificuldade em encontrar alguém para dividir a vida nas Igrejas. Alguns dizem que não há ninguém na Igreja que o atraia, que os rapazes não querem saber de namoro sério, que não tem moças ou rapazes na Igreja solteiros, etc. Mas acredite, Deus tem sempre alguém reservado. De qualquer maneira, nada justifica a desobediência a Deus.

 

Mas talvez o seu coração esteja questionando, porque se apaixonou   por uma   pessoa   não  crente -  que parece ser alguém maravilhoso(a); e portanto não consegue ver nenhum problema nesse relacionamento. 
Bom... Deus não quer estragar sua benção e nem lhe deixar triste, Ele quer que sua benção seja completa! Na verdade Deus trabalha para que todos se convertam.

Conheço alguns casais que se apaixonaram em jugo desigual, porém não tiveram nenhum tipo de relacionamento até que o jugo desigual acabasse. A única maneira do jugo desigual terminar, é o não-crente se tornar crente. Mas atenção! É preciso tomar muito cuidado com as armadilhas, pois já vi muitos não-crentes disserem que se converteram só para conquistar a pessoa amada e depois revelaram que era lobos em pele de cordeiros. 

Para evitar essa armadilha, o melhor meio é que o não-crente comece a freqüentar uma Igreja Evangélica (de preferência da mesma denominação, ou então com doutrinas similares) que não seja a mesma do não crente. Lá ele vai aprender a Palavra e se converter por Jesus - e não por causa da pessoa amada; e se realmente existe o amor, vai saber esperar esse processo.

 

Saiba esperar o tempo de Deus, e busque sempre a pessoa certa para sua vida. Não estrague a sua vida com um relacionamento contra a vontade de Deus.
 

Vejo o sofrimento em muitas pessoas que são casadas em jugo desigual. É parecido com a encenção abaixo:




Não recomendo isso pra ninguém, portanto siga o conselho de Deus: 

Nunca comece um relacionamento em jugo desigual!

 

Em Cristo.

 

Pr. Ronaldo Calil

Site Map