PRINCIPAL AGENDA TESTEMUNHOS ARTIGOS
PRINCIPAL
AGENDA
TESTEMUNHOS
ARTIGOS
CONSELHOS PARA CASAMENTO
RESTAURANDO O CASAMENTO
NAMORO E  NOIVADO
SEXUALIDADE
ABAIXO A ROTINA
SEMINÁRIOS
PREGAÇÃO EM AUDIO
ESBOÇOS SERMÕES CASAMENTO
NOSSOS ENCONTROS
FOTOS
QUEM SOMOS
CONVITES
LITERATURA
CASADOS PARA SEMPRE
LINK
USO INTERNO
 

O aborto de uma criança significa a expulsão de um feto, de forma espontânea ou provocada, antes dele completar o seu desenvolvimento.

Quando o aborto é espontâneo, trata-se de um acidente, mas quando o aborto é provocado, trata-se de um assassinato.

 

Os defensores do aborto defendem o direito da mulher em realizar o aborto, afirmando que o nascituro – ser humano concebido, mas não nascido; não é considerado como uma forma de vida. 

Assista o vídeo abaixo, e veja imagens de abortos. Gostaria que concluisse com as imagens se um embrião ou feto é considerado como forma de vida ou não:
(imagens fortes)

 

A Bíblia coloca o embrião como forma de vida:

 

“Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem; os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra.Os teus olhos me viram a substância ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda.” – Sl 139.13-16 – ARA.

 

Se para Deus, o óvulo fertilizado é visto como vida; somente aqueles que não acreditam; ou aqueles que não crêem na Bíblia, defendem o aborto. Por isso que tanto a Igreja católica, como a evangélica são contra o aborto.

 

O aborto é um assassinato, e os assassinos não herdarão o Reino do Céus, ou seja, não entrarão no céu.

 

“Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte.” – Ap 21.8 – ARA.

 

A Bíblia mostra um sacrifício a demônios, semelhante ao aborto:

 

“deram culto a seus ídolos, os quais se lhes converteram em laço;pois imolaram seus filhos e suas filhas aos demônios e derramaram sangue inocente, o sangue de seus filhos e filhas, que sacrificaram aos ídolos de Canaã; e a terra foi contaminada com sangue.” – Sl 106.36-38 – ARA.

 

Veja o comentário do Pr. Borges, sobre esses versículos no livro “O Avivamento do Odre Novo”:

 

“O aborto é a versão mais satânica do sacrifício de Jesus. Alguém que está dando não uma mera oferenda, mas um sacrifício; não apenas um sacrifício, mas um sacrifício humano; e não só um sacrifício humano, mas um sacrifício do próprio filho. Alguém já disse que sangue é “moeda espiritual”. Se o sangue é dinheiro espiritual, o aborto seria talvez a maior cédula.” – Borges, Marcos de Souza – O Avivamento do Odre novo; Paraná; Ed. Jocum Brasil.

 

Esse sacrifício imita o sacrifício de Deus por nós, que deu seu próprio filho para que fossemos salvos.

 

Concordo que a mulher tem o direito de ter um filho ou não, mas esse direito deve ser escolhido antes de ter a relação sexual; por isso que a Bíblia mostra que o sexo antes do casamento é pecado, e todo o pecado tem a sua conseqüência, porém um filho nunca é maldição, mas sempre benção.

A Bíblia diz que os filhos são herança que Deus deixou para nós:

 

“Herança do Senhor são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão.” – Sl 127.3 – ARA.

 

Segundo o dicionário Almeida, o significado de galardão é “recompensa; prêmio (Is 40.10), e herança significa: uma sucessão de bens, ou direitos ou obrigações transmitidos por disposição testamentária ou por via de sucessão.

Parafraseando o versículo, podemos entender:

 

“Os filhos são uma obrigação e direito - considerado um bem precioso, sendo um prêmio e recompensa da mãe.”

 

Se Deus envia os filhos como prêmio, e uma sucessão, com certeza vai ajudar e se empenhar para que a mãe consiga criá-lo debaixo de sua graça.  

 

Se por acaso sua gestação é fruto de uma relação desestabilizada, leve a diante. Procure acertar sua situação e assim constituir uma família na plenitude de Deus. Procure a ajuda de seu pastor ou de uma Igreja evangélica séria.

 

Deus vai fazer milagres em sua vida! Creia!

Reflita neste video, sobre a descisão do aborto:

Site Map