PRINCIPAL AGENDA TESTEMUNHOS ARTIGOS
PRINCIPAL
AGENDA
TESTEMUNHOS
ARTIGOS
CONSELHOS PARA CASAMENTO
RESTAURANDO O CASAMENTO
NAMORO E  NOIVADO
SEXUALIDADE
ABAIXO A ROTINA
SEMINÁRIOS
PREGAÇÃO EM AUDIO
ESBOÇOS SERMÕES CASAMENTO
NOSSOS ENCONTROS
FOTOS
QUEM SOMOS
CONVITES
LITERATURA
CASADOS PARA SEMPRE
LINK
USO INTERNO
 

Freqüentemente quando vamos à Igreja, pegamos uma rodocia bem famosa em São Paulo, a Via Anchieta. Certa manhã cruzamos com um grupo de rapazes pilotando umas motos de grande cilindradas, o sonho de qualquer garoto. 

Disse para minha esposa: - Olha só! Não passam de garotos crescidos que mudaram de brinquedo!

 

Homens são assim, crianças grandes que mudaram seus brinquedos, e lembrei do que Paulo disse:

 

"Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino." I Co 13.11 - O interessante é que esse versículo está no capítulo sobre a definição de amor.

 

Infelizmente a maioria dos homens, apenas evoluíram em seus brinquedos.

Antes eles brincavam de carrinho do tipo Hot Wheels, agora eles compram carros velozes, disputam corrida no trânsito e vão a corrida de fórmula 1. Antes eles jogavam bola na rua, agora compram uniformes e alugam quadras, onde passam o sábado, ou o domingo jogando bola - alguns vão a todos os jogos de seu time no estádio. Quando crianças, brincavam de luta, mas agora que cresceram, freqüentam academias de lutas marciais. Antes, quando sentiam-se ameaçados,  escondiam-se embaixo da cama; eram viciados em balas e guloseimas. Hoje alguns saem de casa por um tempo e são viciados na bebida. Na infância, eles não aprenderam a lidar com as meninas, e agora eles não sabem conviver com elas no casamento. Eles não mudaram muito, apenas avançaram em suas dificuldades e brinquedos.

 

Diferentemente da maioria das meninas, que trocaram seus brinquedos, porém estes são muito mais saudáveis. Antes elas brincavam de boneca e de casinha, hoje elas cuidam de filhos da casa.

 

O grande problema dos homens (e conseqüentemente das esposas), é que eles pulam I Co 13.11 de suas vidas, e as esposas têm que conviver com isso.

As brincadeiras dos meninos são infinitamente piores e às vezes bem mais prejudiciais do que as das meninas, que geralmente são saudáveis.

 

Pelo fato de alguns homens serem meninos é que acontecem os grandes problemas do casamento.

As esposas não querem meninos ao seu lado, mas homens, e então passam a exigir o crescimento de seus maridos, daí decorrem as brigas.

 

Muitas esposas agem como mães que cobram a responsabilidade de suas crianças. As mães cobram de seus filhos irem visitar os avós, fazerem a tarefa de casa, chegar cedo em casa, e outras coisas... Com algumas esposas não mudou muito, pois precisam cobrar o compromisso familiar, de fazerem os maridos chegarem cedo em casa para ficarem com elas e de fazerem suas tarefas da casa.

O problema é que você é esposa e não mãe dele. Não cabe a você a disciplina e correção de seu marido. Porém como ajudadora, Deus confia a ti a tarefa de ajudar seu marido a evoluir.

 

Mas como ajudar o seu menino a tornar-se no homem da sua vida?

Deverá deixá-lo ser o sacerdote, chefe e responsável do lar.

Primeiramente você tem que aceitar a pagar o preço dessa transformação, pois muitos homens continuam meninos por que ainda tem mães.

Algumas mulheres são meninas que cresceram e continuam brincando de casinha tendo o marido como filho, sendo assim mudam a ordem do lar assumindo papel errado.

 

Para mudar, é preciso ter sabedoria, amor e sacrifício.

Muitas vezes será preciso deixar os problemas acontecerem, senão os maridos serão como crianças, que sempre terão suas mães para direcioná-los e limpar as suas sujeiras. Eles precisam assumir responsabilidades.

 

Quando minha esposa ganhava mais do que eu e tomava conta da casa, eu era um menino impedido de crescer por causa de seu domínio. Ela gostava de decidir as coisas, comprar, pagar, etc., e eu não me incomodava com isso, pois era bem mais fácil para mim, pois tudo estava sob controle. Mas como esse não é o plano de Deus para o homem e para a mulher, chegou um tempo em que as coisas ficaram pesadas demais para ela. Cansada dessa situação, orou e pediu para que eu fosse o homem da casa. Deus tirou o seu emprego, e eu tive que assumir mais responsabilidades financeiras. Ela teve a atitude e pagou o preço de me deixar tomar as decisões me empurrando a tomar a responsabilidade da casa. Então eu cresci e passei a pensar como homem, e acabei com as coisas de menino.

 

"Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino." - I Co 13.11.

 

Enquanto você for mãe de seu marido, terá um filho. Mães lidam com filhos (crianças) e esposas com maridos (homens).

 

Sabemos que não será fácil, pois isso requer que você como esposa seja submissa.

É muito difícil ser submissa a uma pessoa que você não acha ser capaz de assumir responsabilidades, mas é extremamente necessário. A insubmissão produz filhos e não maridos.

Ajude seu marido a ter papel de homem. Deixe as contas para ele pagar. Deixe os filhos terem momentos com ele. Oriente seus filhos a tirarem dúvidas da lição da escola com ele - avise-o que vai fazer isso, senão ele mandará seu filho perguntar para você. Deixe ele prover as coisas em casa - mesmo que por um tempo ele falhe e falte coisas em casa. Deixe seu marido fazer as coisas do jeito dele - não existe jeito errado de se fazer as coisas, mas o jeito de cada um em fazer. Não queira ensinar seu marido a dirigir e nem diga que seu caminho é melhor do que o dele - nenhum homem gosta de ser comandado.

 

Enquanto ele não se achar responsável pela casa, não assumirá o papel de sacerdote e cabeça do lar, continuando a ser como é.

 

"A mulher sábia constrói o seu lar, mas a que não tem juízo o destrói com as próprias mãos." - Pv 14.1 - NTLH

 

Talvez seu marido precise de um "empurrãzinho"com sabedoria e amor.

Eu tive o meu e deu certo! 

 

Quando seu marido crescer, mudará seus hábitos e deixará seus "brinquedos" e "brincadeiras". Seus gostos e desejos mudarão. Ele sentirá a importância de estar mais presente em casa, pois saberá que o bom funcionamento dela casa depende dele. Tratará você como amante e não com mãe. 

 

Acho que as mães geram meninos, mas quem os tornam homens são as esposas (mulheres de Deus)!

Veja mais sobre submissão, assitindo o video abaixo:

 

 

Site Map