PRINCIPAL AGENDA TESTEMUNHOS ARTIGOS
PRINCIPAL
AGENDA
TESTEMUNHOS
ARTIGOS
CONSELHOS PARA CASAMENTO
RESTAURANDO O CASAMENTO
NAMORO E  NOIVADO
SEXUALIDADE
ABAIXO A ROTINA
SEMINÁRIOS
PREGAÇÃO EM AUDIO
ESBOÇOS SERMÕES CASAMENTO
NOSSOS ENCONTROS
FOTOS
QUEM SOMOS
CONVITES
LITERATURA
CASADOS PARA SEMPRE
LINK
USO INTERNO
 

 

Você já reparou como o tempo escorre pelas nossas mãos?

 

Corremos tanto com tantas obrigações, que não temos tempo para as coisas mais preciosas da vida. Aliás, o que estamos fazendo com a nossa vida? Pois a cada dia ela vai diminuindo e acabando e estamos deixando de vivê-la como Deus quer.

O ativismo - excesso de atividade; reina sobre muito de nós. Vivemos numa época onde é preciso trabalhar muito para sobreviver e às vezes em até dois ou três empregos. Precisamos constantemente fazer horas extras, bicos e estudar para nos atualizarmos. Hoje não basta ter o segundo grau completo como antes - as empresas exigem nível universitário até para os cargos mais baixos. Muitos além do nível superior precisam de pós graduação, mestrado e até doutorado. 

Estamos sempre cansados por causa da correria, do trânsito que ocupa grande parte de nosso tempo - algumas pessoas nas grandes cidades ficam cerca de quatro horas presos nos congestionamentos.

 

Muitos de nós está como esse rapaz no vídeo:

 

 

Como está seu relacionamento? E o tempo para curtir com a família? Afinal vivemos para que? Veja o que a Bíblia diz:

Eclesiastes 9:9 "Goza (aproveita) a vida com a mulher que amas, todos os dias de tua vida fugaz (que foge, ou seja, que dura pouco), os quais Deus te deu debaixo do sol; porque esta é a tua porção nesta vida pelo trabalho com que te afadigaste debaixo do sol."  - acréscimos em parêntese adicionados pelo autor.

 

Quão profundo é esse versículo!

Observe as preciosidades nas instruções de Deus:

 

  1. Diz que devemos aproveitar nossa vida com nosso cônjuge - o nosso cônjuge é a prioridade no nosso tempo, e nossa vida deve ser aproveitada com ele.  Mas infelizmente muitos invertem a ordem e passam mais tempo com diversas atividades e não curtem o casamento;
  2. Diz que a recompensa de nosso trabalho é aproveitar o casamento e não os bens materiais - muitos trabalham com o objetivo de acumular riquezas como fruto do trabalho, mas a Bíblia deixa bem claro que o fruto do trabalho e a boa convivência, com qualidade e tempo no casamento.

 

É verdade que na maioria das vezes o grande ladrão do tempo do casamento é o trabalho. 
O excesso de trabalho é motivado simplesmente pela necessidade de sobrevivência; ou pela necessidade financeira imposta pelo sistema de suprir seus excessos de taxas e impostos, como seguros, escolas, TVs a cabo, internet, celulares, luxos e status; ou pela ganância de se conseguir bens em excesso ou de luxo como grandes casas , carros ou roupas e acessórios de grife; ou pelo simples prazer de trabalhar.

 

Muitos trabalham muito porque se sentem motivados em alcançar grandes cargos ou porque gostam muito. A Bíblia mostra que antes de pecar, o homem já trabalhava cultivando a terra, porém ao pecar foi destinado a trabalhar em excesso.

Gn 3 "17 E a Adão disse: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu te ordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa; em fadigas (trabalhará exaustivamente - NTLH) obterás dela o sustento durante os dias de tua vida. 18 Ela produzirá também cardos e abrolhos, e tu comerás a erva do campo. 19 No suor do rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, pois dela foste formado; porque tu és pó e ao pó tornarás." - grifo e acréscimos em parêntese adicionados pelo autor; ARA.

O trabalho em excesso é uma forma de condenação ao homem por causa do pecado.

Não conheço ninguém que goste de cumprir uma condenação. 
Diante disso não entendo muito bem porque tem pessoas que gostam de trabalhar muito. Não que a pessoa não deva trabalhar, mas nada deve ser feito em excesso, pois como diz Salomão, o muito trabalhar é vaidade (Ec 4.8) - coisa vã.

Jesus fala sobre um homem que passou a vida a acumular riquezas, mas morreu e de nada serviu. A verdadeira riqueza da vida não está nos bens materiais, mas em Deus e na família.

O diabo sempre tentou e sempre vai tentar roubar o nosso tempo. Essa estratégia é antiga. A Bíblia trás um exemplo de 3500 anos:

Êxodo 5:3-7 "Eles prosseguiram: O Deus dos hebreus nos encontrou; deixa-nos ir, pois, caminho de três dias ao deserto, para que ofereçamos sacrifícios ao SENHOR, nosso Deus, e não venha ele sobre nós com pestilência ou com espada. Então, lhes disse o rei do Egito: Por que, Moisés e Arão, por que interrompeis o povo no seu trabalho? Ide às vossas tarefas. Disse também Faraó: O povo da terra já é muito, e vós o distraís das suas tarefas. Naquele mesmo dia, pois, deu ordem Faraó aos superintendentes do povo e aos seus capatazes, dizendo: Daqui em diante não torneis a dar palha ao povo, para fazer tijolos, como antes; eles mesmos que vão e ajuntem para si a palha."

Neste texto de Êxodo, Faraó aborrecido oprime o povo aumentando o trabalho. Os hebreus tiveram que trabalhar mais, portanto teriam menos tempo para a família, para Deus, para ouvir o pregador que iria libertar o povo - Moisés.  O diabo faz o mesmo hoje. Somos obrigados a fazer hora extra, a estudar mais, ficamos mais nas filas, o tempo em que ficamos parados no trânsito aumentou muito, nossas obrigações aumentaram, a vida se tornou muito mais complicada. O diabo está roubando o nosso tempo que era para ser aplicado na família e para estar com Deus.

A correria trás falta de memória, faz com que façamos as coisas mal feitas, trás stress, mau humor e conseqüentemente brigas nos relacionamentos.

Nunca vi Deus falar: Faça tudo com pressa, ou faça tudo ao mesmo tempo, ou faça muita coisa, mas somente faça tudo com excelência.

Jr 48:10 "Maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente! Maldito aquele que retém a sua espada do sangue!"

Eclesiaste 9:10 "Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma."

Para combater a falta de tempo não precisamos de nenhuma lista com sete ou mais passos, mas apenas de três coisas: Fé, coragem e convicção.

Fé: é preciso acreditar naquilo que quero fazer para não procurar outra coisa e me desviar do foco, e assim perder tempo. Sem fé não temos foco, direção. Sem direção a seguir me perco, então terei que voltar e refazer o caminho. Isso é perder tempo na vida. É quando queremos ter uma profissão ou realizar um projeto, e no meio dessa trajetória, fazemos várias outras coisas junto.

Coragem: É preciso ter coragem de disser não para as propostas de trabalho excessivas, ou de horas extras. É enfrentar o diabo como Moisés enfrentou Faraó, depois que ele aumentou o trabalho.

Convicção: Moisés continuou no foco de libertar o povo, ele tinha essa fé. Faraó começou então a colocar propostas para que Moisés não cumprisse o seu objetivo. Propôs para Moisés que saísse, mas voltasse, que saísse só com os homens, mas deixasse as crianças, depois que saísse, mas deixasse os bens. Muitos irão trazer proposta para que percamos o foco. Propostas de outras carreiras, de negócios que não demoram tanto para se concretizar, porém que não totalmente o nosso foco.

O teu foco como cristão é em primeiro lugar adorar e servir a Deus. Em segundo lugar é viver bem com a família, aproveitar seus dias com ela. O inimigo sabe que se invertermos essa ordem, teremos problemas no casamento, ficaremos longe de Deus. Por isso ele vai tentar colocar coisas em nossas vidas para atrapalhar nosso tempo dedicado ao casamento e a família.

Por isso é preciso ter cuidado com a ambição e não trabalhar tanto para pagar o consumismo. É preciso dosar e controlar a agenda.

Precisamos entender que o compromisso com o casamento é um compromisso tão importante que não pode ser trocado por qualquer outro, mesmo que seja trabalho.

 

 

Em Cristo.

Pr. Ronaldo Calil

Site Map